3CON lança app para volta mais segura às aulas e atividades presenciais

Funcionários, alunos e professores e funcionários serão monitorados diariamente para que possíveis infectados pelo Covid-19 sejam rapidamente identificados e isolados

A 3CON, consultoria brasileira de TI, acaba de lançar um app para ajudar escolas e empresas no retorno mais seguro às suas atividades. Enquanto muitas empresas se adaptaram bem ao modelo de home office, as escolas e alunos vêm amargando perdas. No Brasil, grande parte dos colégios e faculdades permanece fechada. Apenas o Governo de SP deu um passo concreto nesse sentido: publicou no Diário Oficial que as escolas estaduais reabrirão no dia 08 de setembro para atividades complementares e com apenas 20% dos alunos.

O maior impasse diz respeito às atividades das escolas particulares, já que a quarentena prejudicou em muito o segmento. A UNESCO estimou que mais de 60% dos alunos do mundo tiveram sua educação interrompida pelo fechamento de escolas durante a pandemia de COVID-19, o que resultará em danos ao desenvolvimento social, psicológico e educacional das crianças.

A revista científica “The Lancet Child & Adolescent Health” também abordou o tema em seu artigo “Finding a path to reopen schools during the COVID-19 pandemic”. Ela sugere que escolas podem reabrir quando houver outras formas de rastrear e controlar a disseminação do vírus, incluindo o distanciamento social e as boas práticas de higiene.

Justamente para ajudar as escolas a retomarem suas atividades com maior segurança, a 3CON desenvolveu um aplicativo capaz de rastrear, monitorar e gerenciar a condição de saúde dos alunos, professores e funcionários.

De acordo com Genivaldo Araújo, CEO da 3CON, o princípio por trás do app é que as pessoas só se manifestam em relação à sua condição de saúde se lhe for perguntado. Com o aplicativo o usuário deverá informar diariamente o seu estado de saúde. A partir das respostas, o aplicativo disparará uma série de eventos e exibirá orientações para ajudar a pessoa, ao mesmo tempo em que alerta a direção da escola ou empresa e a equipe médica.

No caso das escolas, à medida em que os alunos, professores ou funcionários manifestarem qualquer sintoma relevante, eles serão orientados a permanecer em isolamento, podendo passar por um primeiro atendimento através da equipe de telemedicina da própria instituição, descreveu o CEO. O app trabalha com um conceito de “segurança máxima” para evitar casos e surtos localizados da COVID-19 nos diversos estabelecimentos em que for usado.

A solução poderá ser conectada ao sistema gerencial das empresas e escolas, condicionando o registro de presença dos funcionários e alunos ao preenchimento do formulário de saúde do app.

O aplicativo, que também pode ser adotado por empresas que não possam permanecer em home office, conta ainda com módulo de gestão, além de versão mobile e web.

Quer saber mais sobre o App?
Entre em contato com a gente!

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages